Pular para o conteúdo
Início » Inclisirana: Um Novo Adjuvante no Tratamento da Hiperlipidemia

Inclisirana: Um Novo Adjuvante no Tratamento da Hiperlipidemia

Inclisirana é uma nova e promissora medicação utilizada como adjuvante no tratamento da hiperlipidemia. Contudo, especialmente em pacientes com níveis elevados de colesterol LDL (lipoproteína de baixa densidade) que não atingem as metas desejadas com a terapia padrão, como estatinas e inibidores da PCSK9. Assim, vamos explorar o mecanismo de ação desta medicação inovadora.

Mecanismo de Ação do Inclisirana

Inclisirana então, é um pequeno RNA de interferência (siRNA) que atua especificamente no RNA mensageiro (mRNA) da proteína PCSK9 (Proproteína Convertase Subtilisina/Kexina tipo 9). Aqui está como funciona:

  1. Interferência no mRNA da PCSK9:
    • Inclisirana é projetado para ligar-se ao mRNA da PCSK9 dentro das células hepáticas (hepatócitos).
    • A ligação de inclisirana ao mRNA da PCSK9 contudo, resulta na clivagem e degradação desse mRNA, impedindo a tradução e produção da proteína PCSK9.
  2. Redução da PCSK9 Circulante:
  1. A redução da produção de PCSK9 leva a uma diminuição nos níveis circulantes da proteína PCSK9.
  2. PCSK9 portanto, é uma proteína que se liga aos receptores de LDL (LDLR) na superfície dos hepatócitos e promove sua degradação. Assim, menos PCSK9 significa que mais receptores de LDL estão disponíveis na superfície das células hepáticas para remover o colesterol LDL do sangue.
  3. Aumento dos Receptores de LDL:
  1. Então, com menos PCSK9 disponível para degradar os receptores de LDL, há um aumento no número de receptores de LDL funcionais na superfície dos hepatócitos.
  2. Isso resulta portanto, em uma maior captação de colesterol LDL do sangue pelos hepatócitos, levando a uma redução nos níveis de colesterol LDL circulante.

Benefícios do Inclisirana

  • Redução Sustentada do LDL-C: Estudos clínicos demonstraram que inclisirana pode proporcionar uma redução significativa e sustentada dos níveis de LDL-C com injeções semestrais. O que pode melhorar a adesão ao tratamento.
  • Complemento à Terapia Existente: Inclisirana pode ser utilizado em conjunto com outras terapias hipolipemiantes, como estatinas e inibidores da PCSK9, para alcançar uma redução adicional do LDL-C.
  • Perfil de Segurança: Os ensaios clínicos até o momento indicam que inclisirana é geralmente bem tolerado. Com um perfil de segurança comparável a outros tratamentos hipolipemiantes.

Conclusão

Inclisirana representa uma nova abordagem no manejo da hipercolesterolemia, atuando através da interferência no mRNA da PCSK9. Resultando em uma maior disponibilidade de receptores de LDL na superfície dos hepatócitos e, consequentemente, uma redução significativa dos níveis de colesterol LDL no sangue. Este mecanismo inovador oferece uma opção adicional e eficaz para pacientes que necessitam de um controle mais rigoroso do colesterol LDL, complementando as terapias existentes e melhorando os resultados cardiovasculares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *